Instituto Humanos com foco na diversidade assistiva

foto 03 landing

Quando o tema é acessibilidade ou inclusão, não existem muitas referências a se buscar. Sem referências e, muitas vezes, sem a devida atenção por parte de órgãos públicos, o assunto é pouco explorado e divulgado. Para atender esta lacuna de necessidades, surgiu o Instituto Humanus, uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, com o objetivo de estimular o desenvolvimento da inclusão por meio de soluções em mobilidade e acessibilidade assistiva. O público foco instituto são as pessoas que fazem parte da Diversidade Assistiva, ou seja: idosos, obesos e pessoas com deficiência – que necessitam de alguma tecnologia assistiva, seja ela analógica ou digital para realizar suas tarefas do dia a dia. Desde o uso de tesouras para canhotos, até modernos aplicativos com soluções em tecnologia assistiva, a Humanus está focada em estratégias de marketing assistivo e ações de design universal, temas criados  que vem ao encontro da gama de trabalhos desenvolvida pelo Instituto.

Diferente dos demais institutos, o Humanus não está focado em receber doações e apoio financeiro, mas sim promover ações estratégicas que objetivam inserir no cotidiano da população em geral a necessidade de inclusão das pessoas com diversidade assistiva. Esse é o desejo do Instituto Humanus, tornar o design universal e o design universal comunicacional uma realidade, sem distinção, sem separações, apenas transformar o padrão de hoje, comum para todas as pessoas. E essa ideia vem sendo trabalhada por meio de muita pesquisa e apoio de instituições renomadas como a Abridef (Associação Brasileira da Indústria, Comércio e Serviços de Tecnologia Assistiva), Fundação Dorina Nowill para cegos e Instituto Mara Gabrilli, unindo forças para que o sonho comum se torne realidade.

O presidente eleito para a atual gestão do Instituto Humanus, Rodolfo Sonnewend, sentiu a necessidade dessa mudança na pele. Após um acidente doméstico, tornou-se uma pessoa deficiente, com limitação de movimentos nas pernas, percebendo dia a dia a dificuldade enfrentada não só pelos deficientes, mas também por obesos, idosos e toda a parcela da população que possui dificuldade de locomoção e comunicação. Com seu estudo e conhecimento, notou que poderia também ajudar milhares de pessoas a melhorar sua qualidade de vida, com as mesmas oportunidades e facilidades de todos.

Baseado nos termos Marketing Assistivo, Diversidade Assistiva e Design universal, o Instituto Humanos criou uma estrutura completa com soluções diversas para o público deficiente. Dentro de um cronograma explicativo, existem as ‘Soluções Assistivas’, que abrangem temas importantes como a oportunidade de viajar com a acessibilidade necessária para todo o conforto e aproveitamento do turista com necessidades especiais. Outro ponto foco do Instituto é a isenção de IPI e IPVA para deficientes que necessitem de um veículo próprio para locomoção. Esse é um direito que muitos desconhecem. Pouco divulgado, as empresas possuem uma cota de vagas para os deficientes, uma oportunidade de reinserção no mercado de trabalho. Muitas outras ações compreendem o tema Soluções Assistivas.

Pensando também na divulgação e compreensão desses benefícios e oportunidades, bem como a conscientização geral, o Instituto também está trabalhando a ‘Publicidade Assistiva’ – com seu associado (Design Universal), com ações de comunicação e marketing com foco em seu público alvo e através de sua agência a Design Universal. Paralelo a Publicidade, surge o ‘Coaching Assistivo’, que visa trabalhar a sensibilização das pessoas que não possuem nenhum tipo de deficiência, perante aos demais, bem como trabalhar a mente da pessoa com deficiência para que ela perceba que é parte integrante da sociedade, com direitos, deveres e oportunidades iguais.

Por fim, o Instituto também está aprimorando diversos conceitos do que costuma denominar de  ‘Arquitetura Assistiva’, que de todos os temas, é o mais conhecido pela população em geral como arquitetura com foco em acessibilidade. O diferencial do tema criado pelo Humanus é a sua abrangência e conscientização para o Design Universal, que visa a acessibilidade geral. Desta forma, não seria necessário criar ambientes especiais para pessoas com deficiência, já que todos os ambientes já seriam desenvolvidos para todos, no geral, sem distinção. Isso é inclusão!

Com foco total nesses objetivos, o Instituto Humanos busca novos parceiros e associados, para fortalecer ainda mais os quatro pilares: soluções, publicidade, coaching e arquitetura. Empresas, instituições e pessoas que acreditam e lutam por uma sociedade igualitária, sem preconceitos, distinção e mais humana. Acesse o site do Instituto e conheça um pouco mais sobre o trabalho desenvolvido e os conceitos criados: www.institutohumanus.com.br. Junte-se à causa do Instituto Humanos e faça a diferença no mundo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.