objeto de desejo

Objeto de desejo: marcas

O constante crescimento dos mercados e o ambiente de grande competitividade entre as empresas pela atenção dos consumidores vem fortalecendo, a cada dia, a importância das marcas, pois é através destas que as empresas mostram suas diferenças e agregam valor aos seus produtos e serviços, maximizando os seus resultados frente ao mercado em constante transformação. Assim, o valor da marca, também conhecido por “Brand Equity”, tem relação direta na tomada de decisão de compra junto aos consumidores, pois transforma a marca em objeto de desejo.

No universo do marketing, a marca é o centro do planejamento estratégico. Mesmo assim, não devemos pensar que um bom lançamento e manutenção de uma marca se sustente apenas com propaganda. É fundamental que os consumidores se identifiquem com a promessa, a atitude, o foco e a história que a marca apresenta para o mercado.

Neste caso, as empresas precisam criar estratégias para que os consumidores sejam embaixadores das suas marcas. É um processo que exige perspicácia, pois hoje em dia os clientes estão cada vez mais exigentes. Uma boa estratégia para ser adotada pelas empresas é gerar na marca a capacidade de sedução junto ao consumidor, transformando-a assim em objeto de desejo pelo mesmo. Assim, um simples consumidor vira fã e fiel estandarte da marca (tornando-se, assim, “evangelizador” da marca).

Um bom exemplo de marcado é a marca Ferrari que, como tantas outras marcas de veículos de luxo, conseguiu se transformar em objeto de desejo de 8 entre 10 pessoas. Ou seja, as pessoas agem inconscientemente, estimuladas pelos apelos emocionais e sensoriais. Quem adquire uma Ferrari está comprando uma marca que oferece estilo, status e identidade de uma pessoa diferenciada. A marca Ferrari também tem um valor intrínseco da sexualidade, realização e poder.

Marcas como Gucci, Apple, Dolce Gabbana e tantas outras são conhecidas como aspiracionais, pois as mesmas têm tributos adicionais que destacam seu consumidor e tornam-o percebido por todos. Na linha de montagem da Ferrari, em Maranello – Itália, quando os colaboradores da empresa encerram a montagem de um veículo, eles têm certeza absoluta de que acabaram de produzir uma joia, ou seja, um produto perfeito que realizará o sonho de um consumidor.

A empresa Ferrari investiu muito dinheiro para que os consumidores e todos os colaboradores conhecessem o DNA da marca, sendo seus diferenciais, sua personalidade, sua promessa e seus valores. Tudo isto ajudou a Ferrari à conseguir alcançar o posto de uma das marcas mais valiosas do mundo.

É fundamental que a marca esteja preocupada com a funcionalidade e o poder que emana a quem a consome. Referenciando Luis Alcubierre, a influência é definida em parte de uma forma racional, mas sobretudo pela forma emocional. Uma vez conquistada a confiança e a satisfação do consumidor, a marca é divulgada nos meios de comunicação diversos dos clientes “evangelizadores”.

Concluindo, assim podemos entender que todos os produtos e serviços podem estar na esfera desejo, em menor ou maior escala. É interessante lembrar que os produtos são produzidos por pessoas para pessoas. Por isso que empresas bem-sucedidas valorizam seus principais ativos: as marcas, o conhecimento e o capital humano e intelectual. Este é um dos grandes segredos para se compor uma marca de sucesso, já que antes da mesma ser apresentada ao mercado, ela precisa encantar todos seus colaboradores, parceiros e fornecedores.

Confira também o post de Como registrar uma marca no INPI, o primeiro passo para sua marca poder ser um sucesso.

E você? Acha que a marca tem mesmo valor ou isso é passado?

Para orçamentos de planejamento estratégico de marca ou conversar sobre o assunto, clique abaixo.

fale conosco arquitetos da criatividade

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.